domingo, 9 de dezembro de 2012

Do Livro ao filme, do filme à realidade



( créditos da foto Fernanda Bagesteiro)
"Uma professora muito maluquinha", título de um livro de Ziraldo que rendeu muitos elogios e que virou filme; tendo Paola Oliveira como principal personagem da história, isto é, a tão amada professora "Cati", como assim era chamada por seus alunos. 

Seu amor e dedicação pelas crianças eram tão grandes, que seus alunos não queriam deixar suas aulas. Nelas, eles viajavam por lugares ainda desconhecidos, porém sem sair do lugar, brincavam, riam, imaginam, se divertiam e, principalmente, tinham o prazer de estar ali e amavam aquela professora acima de tudo; professora esta que eles diziam ser a melhor do mundo. 

Eu, felizmente, tive a oportunidade de ler o livro e olhar o filme; foi a partir daí que tirei minhas conclusões a respeito e que hoje estou escrevendo este texto. 

Nós, alunas do Curso Normal, estavámos realizando uma prática de ensino com as crianças do Curso de Aplicação aqui de nossa escola; cada semana observamos uma turma diferente e interagíamos com os alunos sendo as professoras auxíliares. 

Em uma dessas semanas, tive a oportunidade de conviver com a turminha do 1º ano. Foi maravilhosa a interação e melhor ainda foi o carinho que recebi deles. 

Na semana em que estive nessa turma, lembrava quase que diariamente do filme e do livro de Ziraldo; pois naquele momento encontrei aquela que seria a nova professora maluquinha! 

Seu nome, Mariéle; tia, "profe", e um pouco mãe. 

Não há como não se encantar com seu jeitinho todo especial de dar aulas, de cuidar de seus aluninhos. 

Ela é uma pouco fada, sabe como encantar a todos. Sua magia contagia. Seu jeito de ser cativa a todos; principalmente a seus alunos. 

Ela entrou na escola este ano, porém, sua fama já se espalhou por todo o colégio. 

Nós temos o maior orgulho de ter ela em nossa escola! Ela sabe fazer a diferença, inventa coisas que até Deus duvida, é um pouco maluquinha sim! 

Tenho certeza que ela faz a diferença não só em sala de aula, mas também na vida de seus aluninhos. 

É uma pessoa iluminada, que nunca deve mudar seu jeitinho maluquinho de ser! É maravilhoso entrar na aula dela, você parece estar no paraíso. 

A tia Mariéle é um exemplo que tod@s nós alunos do Curso Normal devemos seguir! 

Enfim, achamos a nossa professora maluquinha! E se me perguntarem seu nome, direi: é a "tia Mariéle, ou melhor, é a "tia Mari!"

Nenhum comentário: